O Papel do Estado na Sociedade da Informação


luís vidigal 3  Prof. Dr. Luís Vidigal

 Introdução

O modelo burocrático tradicional foi imaginado no contexto da sociedade industrial, com preocupações predominantemente de eficiência e racionalidade da máquina do estado, ao mesmo tempo que é o fruto das mudanças científicas e tecnológicas produzidas no final do séc. XIX e no princípio do séc. XX, sem ter em conta comportamentos e atitudes disfuncionais por parte de pessoas e grupos sociais. A nova gestão pública, na tentativa de superar a rigidez e a paralisia do modelo burocrático, acabou por transformar o estado numa soma de partes independentes, autogeridas e auto-protegidas, em vez de um todo coerente, integrado e perceptível por parte do cidadão. As tentativas mais ou menos prescritivas e idealistas do novo serviço público, para restaurar os valores do serviço público, não passam mais uma vez de desejos bem intencionados mas de difícil concretização no mundo real em transformação e estão longe de incorporar as novas lógicas e oportunidades da sociedade da informação.

O Papel do Estado na Sociedade da Informação - PDF

Está aqui: CeGep Investigação Acervo O Papel do Estado na Sociedade da Informação